Vagas Para (03) Supervisores Distritais (m/f)

PARTILHAR COM AMIGOS:

Instituição: HOPEM

1. Contextualização

ANÚNCIO: FAÇA PARTE DO NOSSO GRUPO NO WHATSAPP [AQUI]

A HOPEM é uma entidade moçambicana sem fins lucrativos, fundada em 2009 e legalmente registada em 2012, composta por mais de 30 organizações e activistas da sociedade civil moçambicana trabalhando para afirmação dos direitos humanos de mulheres, homens e crianças moçambicanas.

O principal foco das intervenções da Rede HOPEM assenta no envolvimento positivo de homens para o questionamento de formas e modelos de pensar, agir e de ser, discriminatórios ou prejudiciais, relacionados às masculinidades, assim como na construção de identidades alternativas. A HOPEM clama pela afirmação dos Direitos Humanos e a luta pela igualdade de género, justiça social, inclusão social, redução da violência, promoção da saúde e bem-estar de homens, mulheres e crianças em Moçambique.

No âmbito do projecto ALCANÇAR para a Melhoria da Qualidade dos Serviços de Saúde Materna, neonatal e infantil em implementação nas Províncias de Nampula e da Zambézia em parceria com a Fhi360, a HOPEM tem em aberto 03 vaga de Supervisores Distritais de Género e Engajamento Masculino que estarão baseados nos distritos de Mocuba, Gilé e Alto Molocue.

1. Áreas de Trabalho / de Responsabilidade

  • Promoção da melhoria de qualidade de saúde materna, neonatal e infantil.
  • Envolvimento positivo dos homens para a melhoria da qualidade dos serviços de saúde materna, neonatal e infantil.

2. Tarefas

  • Contribuir para a planificação, implementação e avaliação do projecto nos distritos;
  • Conceber e responsabilizar-se pela implementação efectiva de acções de capacitação, mobilização comunitária e advocacia para que homens, mulheres optem pelas melhores práticas em cuidados de saúde materna, neonatal e infantil;
  • Preparar e facilitar sessões sobre igualdade de género, inclusão social, juventude e engajamento masculino (GESI), de acordo com o planificado;
  • Desenvolver e propor instrumentos, mecanismos, metodologias, abordagens efectivas para o engajamento de homens, mulheres em serviços de saúde;
  • Desenvolver e facilitar rede de parcerias relevantes;
  • Assegurar uma implementação das actividades da área de acordo com as boas práticas e elevados padrões de qualidade assim como um alinhamento dos conteúdos das actividades e publicações da área com a missão, visão e objectivos da HOPEM;
  • Criar, formar e acompanhar os grupos de poupança a criar fundos para as emergências obstétricas;
  • Contribuir activamente para a identificação e implementação de medidas que promovam a participação activa das mulheres, dos homens, dos jovens e adolescentes, das pessoas portadoras de deficiência no projecto;
  • Monitorar as actividades de acordo com as abordagens de monitoria e avaliação estabelecidas pelo projecto;
  • Produção de relatórios narrativos qualitativos e informativos;
  • Contribuir para a elaboração dos diversos relatórios mensais de dados e preenchimento da base de dados, garantindo a integração de resultados e desafios do projecto;
  • Fazer a recolha de dados antes, durante e após actividades e fazer uma pré avaliação da qualidade de dados mensalmente;
  • Actualizar semanalmente o Assistente de Projectos sobre o desenvolvimento das actividades em campo;
  • Reportar imediatamente os problemas encontrados na implementação das actividades;
  • Compilar e disseminar periodicamente boas práticas de trabalho com homens no âmbito dos esforços pela igualdade de género de forma a encorajar o uso dos conhecimentos e lições aprendidas existentes;
  • Realizar outras tarefas relacionadas.

3. Requisitos

  • Possuir ensino médio em saúde materno, neonatal e infantil ou geral com profundos conhecimentos no campo de saúde e activismo na abordagem transformativa de género. Ter ensino superior em SMI, Ciências Sociais, Saúde pública, Estudos de Género é uma vantagem;
  • Pelo menos 2 anos de experiência de trabalho relevante para este posto; − Conhecimentos em abordagens baseadas em direitos humanos com enfoque para assuntos de género, violência baseada no género (VBG), saúde sexual e reprodutiva;
  • Experiência de trabalho em contexto comunitário;
  • Domínio de informática (MS-Word, Excel, Power-Point e Internet);
  • Capacidade de produzir relatórios de qualidade e boa qualidade comunicativa;
  • Capacidade de projectar e adaptar ferramentas de treinamento;
  • Capacidade de trabalhar em equipa multidisciplinar;
  • Capacidade de usar abordagens participativas;
  • Capacidade de se adaptar às condições rudimentares de trabalho durante as missões de campo;
  • Habilidades de negociação e gestão de conflitos;
  • Habilidades de animação de grupos;
  • Possuir carta de condução para motorizadas, categoria A;
  • Capacidade de trabalhar sob pressão;
  • Vantagens: residir nos distritos e trabalhar no campo;
  • Capacidade de trabalhar com modelos baseados em resultados;
  • Disponibilidade imediata.

4. Documentação

A submissão das candidaturas deve ser acompanhada por:

  • Carta de motivação;
  • Curriculum Vitae;
  • Cópia de certificado de habilitações e
  • Cópia da carta de condução de motorizada, categoria A.

As candidaturas devem ser feitas pelo endereço electrónico hopemrecrutamento@gmail.com até ao dia 21 de Janeiro de 2024.

Nota: Somente as/os candidatos/as pré-seleccionados serão contactados.

Nota2:Somos um empregador de oportunidades iguais, encorajamos a candidatura de mulheres.

Tagged as:

PARTILHAR COM AMIGOS:

CONFIRA VAGAS NAS PROVÍNCIAS:


error:
Rolar para cima