Vaga Para Assistente de Projecto (m/f)

PARTILHAR COM AMIGOS:
  • Tempo Inteiro
  • Chimoio

Instituição: Solidar Suíça

ANÚNCIO: FAÇA PARTE DO NOSSO GRUPO NO WHATSAPP [AQUI]

A Solidar Suíça é uma organização não-governamental que trabalha no campo de cooperação para o desenvolvimento e ajuda humanitária em Moçambique e noutros países de África, América Latina, Ásia e Europa de Leste. Em Moçambique, Solidar Suíça esta presente desde há mais de 39 anos, trabalhando nos programas de Democracia, Trabalho e Economia e Assistência Humanitária na região centro dos pais, nas províncias de Tete, Sofala e Manica. No programa de Economia e Trabalho , a Solidar Suíça esta a implementar o projeto Income and livelihood for DDR beneficiaries and vulnerable host community members fase II, com vista a impulsionar o ensino e formação técnico profissional de curta duração – VET para jovens na comunidade de acolhimento, assegura estágio e auto emprego utilizando a Abordagem de Grupo Cooperativa (CGA) adaptada. É neste contexto que a Solidar Suíça pretende contratar um assistente de projecto , tendo para tal elaborado o presente Termo de Referencia.

OBJECTIVO DA FUNÇÃO:

Supervisionar a implementação do projeto DDR (ver proposta em anexo) – Youth Employability CGA no distrito de Chemba da Província de Sofala. O assistente do projecto é responsável por todos os assuntos relacionados com o ensino e formação técnico profissional de VET para jovens na comunidade de acolhimento, assegura estágio utilizando a Abordagem de Grupo Cooperativo (CGA) adaptada – Helvetas; formação para participantes beneficiários de projetos de geração de renda de pequena escala. Dirigir a implementação, o acompanhamento, a orientação, o controlo, a avaliação, a responsabilização, a aprendizagem e a gestão de conhecimentos relacionados com a empregabilidade dos jovens. Assegurar que os três objectivos do projeto sejam atingidos com êxito.

TAREFAS PRINCIPAIS:

a) Projeto de Geração de Renda (startups DDR):

  • Apoiar a promoção da partilha de conhecimentos e da cultura de aprendizagem organizacional na área de implementação do projeto, promovendo assim a visibilidade organizacional.
  • Assegurar que os membros da comunidade, alguns dos quais são participantes beneficiários do DDR (homens e mulheres), recebam formação em agricultura agro-ecológica para hortas ou técnicas de criação de pequenos animais recebam apoio financeiro para o arranque de iniciativas (geração de renda).
  • Promover a construção de 7 diques/pequenas barragens/represas tradicionais para irrigação e uso doméstico na comunidade.
  • Ajudar a identificar potenciais necessidades de formação profissional para meios de subsistência nos locais de implementação do projeto com base no conceito de desenvolvimento rural inclusivo e divulgar conhecimentos relevantes e transferência de informações em redes distritais e plataformas de colaboração.
  • Fornecer orientações ao pessoal de Solidar Suisse, aos parceiros do projeto e a outras partes interessadas para lhes permitir a partilha de conhecimentos.
  • b) VET (Formação Técnico Profissional de Curta Duração):
  • Participar activamente na seleção final e na formação dos artesãos/instrutores locais, na seleção dos jovens a formar (incluindo as famílias DDR), na planificação dos cursos de formação profissional, instrumentos e materiais de formação (formação e estágio)
  • Defender e promover ativamente as condições de saúde e segurança no local de trabalho durante a formação e facilitar a certificação oficial.
  • Facilitar a criação de conjuntos de ferramentas iniciais para iniciativas de autoemprego através de uma abordagem de grupo cooperativo adaptada.
  • Fornecer liderança técnica e de gestão e apoio aos artesãos/instrutores locais e aos parceiros para a planificação,implementação e acompanhamento das actividades do projeto de formação profissional e de geração de rendimentos.
  • Assegurar igualmente a coordenação com todas as partes interessadas em Chemba e é responsável pela elaboração de relatórios.
  • Assegurar que os jovens (homens e mulheres) realizam a sua formação profissional no âmbito da Abordagem de Grupo Cooperativo e são encorajados a criar pequenas empresas em grupo.
  • Assegurar que os artesãos/instrutores locais recebem uma formação ToT de base intensiva de orientação do formador.
  • Assegurar que as iniciativas dos jovens sejam apoiadas com kits de ferramentas iniciais (utilizados durante a formação) e sejam organizadas em termos de aprendizagem e trabalho.
  • Acompanhar e medir os resultados dos projectos de formação profissional e de geração de rendimentos.
  • Estabelecer uma linha média e progressiva de compilação de dados e informações para definir as lições aprendidas e as boas práticas, bem como para elaborar relatórios sobre os projectos.
  • Prestar assistência na tomada de decisões durante a fase de execução dos projectos, com base em dados e relatórios de resultados.
  • Contribuir para a elaboração do relatório final sobre a conclusão da fase-II do projeto
  • Prestar assistência na implementação do conceito de CGA do EFP, ferramentas e relatórios periódicos sobre os progressos efectuados.

c) Coordenação

  • Trabalhar directamente com o ponto focal do governo de DDR do gabinete do administrador distrital em Chemba e representante da Renamo de DDR no distrito de Chemba.
  • Gerir, implementar, monitorar e avaliar as actividades de DDR da JE de acordo com os principais documentos de referência do projeto de DDR da JE.
  • Assegurar a gestão e a supervisão dos parceiros de implementação e dos prestadores de serviços para obter resultados técnicos de alta qualidade, recolher todos os dados necessários para avaliar o progresso do Projeto de DDR da EJ no sentido de alcançar os resultados pretendidos e os indicadores de resultados.
  • Participar nas reuniões distritais sempre que necessário, apresentar atempadamente ao responsável do programa relatórios sobre o progresso dos projectos do YE DDR.

d) Responsabilidades financeiras e administrativas

  • Apoiar em todos assuntos financeiros e administrativos do projecto no distrito (orçamentos, aquisições, pedidos de desembolsos,manutenção do escritorio e outros).

e) Competências

  • Possuir o nível de formação ensino medio ou superior na área de ciências sociais e humanidades.
  • Capacidade comprovada para coordenar e gerir com êxito o trabalho do projeto de formação e desenvolvimento.
  • Dinâmico,capaz de trabalhar com um mínimo de supervisão, possui uma formação agrícola favorável, experiência em programas de desenvolvimento rural, compreende a temática das alterações climáticas e dos empregos verdes para os jovens e as mulheres.
  • Experiência em desenvolvimento do capital humano através da formação de competências dos artesãos, jovens, gestão, motivação e acompanhamento; competências de gestão de pequenas empresas abordagem de grupo cooperativas, formação de competências técnicas VET e/ou experiência de ensino relevante no projeto
  • Fluente nas línguas portuguesa, sena, nyanja, nhungwe. O conhecimento da língua inglesa básica é uma vantagem,
  • Conhecimentos de informática: word, excel, power point.
  • O candidato deve ter pleno conhecimento da posição geográfica, climática e cultura de Chemba dos 03 postos administrativos (áreas de implementação do projeto),
  • Experiencia no uso de motorizada.

Encoraja-se a candidatura de mulheres

Processo de Candidatura

Endereço: Rua da Zâmbia 524, Bairro 2 – Chimoio Email: recruitment@solidarmoz.org

Prazo da entrega de candidaturas: Dia 20.10.23 N.B: Apenas candidatos pré-selecionados serão contactados para passos subsequentes

Tagged as:

Para se candidatar a esta vaga envie seus detalhes por e-mail para recruitment@solidarmoz.org

PARTILHAR COM AMIGOS:

CONFIRA VAGAS NAS PROVÍNCIAS:


error:
Rolar para cima